Um bebê de volta à vida pelo amor de seus pais


O toque torna-se a principal via de comunicação que uma mãe pode oferecer ao seu filho. Através de uma simples carícia pode transmitir todos os sentimentos de amor e carinho que ele professa. Um bom exemplo do poder que o toque pode ter sobre os nossos pequenos, o que vemos refletido no tocante história de Jaime, um bebê prematuro que renasceu após alguns minutos de estresse. A criança é capaz de captar todas as vibrações e sentimentos que é capaz de experimentar a sua mãe por meio do contato pele com pele, que a mãe mantém com seu otário. Os mais pequenos têm um grande número de receptores sensitivos nos lábios e nos dedos, daí que gostam de chupar os dedos desde as 22 semanas de vida intrauterina. Este mesmo calor afetivo e o contato com a pele do bebê por parte de sua mãe demonstrou que os milagres existem e encontram-se representados na história de Jaime. Referimo-Nos a um bebê prematuro que não conseguiu superar o parto, mas os pais, por instinto, pediram segurá-la entre seus braços foram uma vez esclarecido por parte dos médicos que não havia uma solução. Com menos de um quilo de peso, o coração do pequeno Jaime começou a bater depois que os pais depois de acariciar a pele de seu pequeno e lançar palavras de amor e carinho. JOHNSONS® quis fazer-se eco desta história para dar-se conta da importância do toque no desenvolvimento do bebê. E vós?, o que vos parece esta história?