O que fazer se eu tenho alergia ao marisco?


Você já se perguntou o que fazer se eu tenho alergia ao marisco? se você tiver a má sorte de sofrer este tipo de alergia, hoje vamos dar algumas dicas para sobrellevarla o melhor possível O marisco é, com o peixe, um dos alimentos que mais produz alergias. No entanto, não se demonstrou que ambos tenham relação. Os crustáceos são o tipo de marisco que gera alergia com mais freqüência. Pode dar-se o caso de que a sensibilidade ao marisco seja tão grande, que somente com a inalação dos vapores de cozedura ou tocá-lo, aparecem sintomas de alergia. Estes costumam aparecer entre 15 minutos e 2 horas após a ingestão, mas não tem porque ser assim. Dicas para combater a alergia ao marisco Partindo daí, vamos expor uma série de dicas que nos ajudarão a lidar com esta alergia: Infelizmente, os alérgicos ao marisco só contam com um tratamento realmente eficaz: Não comê-lo. E se falamos de pessoas excessivamente sensíveis nem sequer devem expor-se ao mesmo. Recomenda-Se que os alérgicos levem consigo uma chapa ou uma pulseira de identificação que indique o seu tipo de alergia. Temos de ser cuidadosos e se foi usado um óleo para cozinhar frutos do mar não usá-lo para uma refeição que vá para testar um alérgico ao marisco. Às vezes é adequado levar conosco uma injeção de adrenalina e que quem nos acompanha sabe administrá-lo corretamente. Isso deve ser consultado com o alergistas. Do mesmo modo, os utensílios e os recipientes que tenham utilizado para frutos do mar devem ser lavados muito bem antes de voltar a usá-los. Lembre-se que, se somos alérgicos a um tipo de marisco é muito provável que também o sejamos a toda a família de que é parte. O melhor é evitar os restaurantes especializados em frutos do mar e rever e pedir que a comida que pedimos não o inclua. Os produtos acabados que tenhamos teremos que rever cuidadosamente. Também temos que avisar o médico e o farmacêutico de que somos alérgicos a frutos do mar antes de tomar qualquer medicação. São pequenos hábitos que nos ajudam a não ter surpresas e, como vemos, não são difíceis de realizar. Em resumo: Se eu tenho alergia ao marisco só tenho que prestar um pouco mais de atenção do que o resto das pessoas e, claro, diante de qualquer dúvida consultar um médico. Para saber se você é alérgico ao marisco, ou qualquer outra coisa que você tem que fazer as provas, tal como lhe contávamos neste outro post: Principais testes de alergia Imagens de Telva.